Uma cueca como recordação

A cueca cheia de recordações

Bem esta estória foi uma das melhores experiências da minha vida, guardo esta cueca como recordação destes momentos. Conheci José Carlos devido a um problema no meu laptop, pedi algumas dicas e ele resolveu o meu problema. Trabalho com segurança predial, sistema de vigilância por monitoramento e como o Zé estava com este problema, lembrou de mim e telefonou marcando uma reunião no fim de semana, no condomínio que ele morava, foi quando conheci a sua namorada Amanda. Ele estava de short bem justo no corpo deixando ver uma bunda maravilhosa, querendo saltar daquela roupa. Dei uma sacada não muito discreta e ele percebeu soltando um risinho cínico para mim. Ficamos conversando sobre trabalho e desde aquele dia saíamos em duplas ele e a Amanda eu e uma amiga dela. Certo dia fui encontrar com ele a namorada e a amiga dela, chegando no apartamento dele encontrei a Amanda de saída, ele fechou a porta e tascou um beijo em mim com aquela boca rosada, ele olhou para mim, que ainda estava assustado, e começou a abraçar e passar a mão no meu pau. Falou que tinha percebido o meu olhar no primeiro dia, mas, precisava me testar. Abri a calça e coloquei meu pau para fora, pois ele não aguentava mais a prisão ele pediu calma. Então começou a chupar, e ao mesmo tempo em que chupava o meu pau e as minhas bolas passava a mão no meu peito. Chupava de um jeito que me fazia gemer. Fomos então para o quarto Ele se deitou de bruços e pediu que esfregasse o meu pau no seu rego, os gemidos de prazer e os movimentos de sua bunda quase me fizeram gozar. Sentindo que eu estava segundo ele no ponto permitiu que eu penetrasse aquele anel que de oferecia a mim. Fui entrando e tomando posse daquele cuzinho quente e apertado em alguns segundos eu era dono daquele corpo que se contorcia por baixo de mim. Ficamos de lado namorando com beijos e caricias até que eu não aguentei mais e explodi em gozo, note que ele se juntou mais a meu corpo e se contorcendo também gozou. Ficamos durante algum tempo abraçados e ele procurou no chão a sua cueca que estava com o perfume que ele usava e como, em um ritual limpou os nossos corpos entregando a cueca pra que eu a guardasse como uma prova de nossa relação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s