VIREI PUTINHO DO UROLOGISTA

Eu tinha vinte anos quando fui fazer o meu primeiro exame de próstata. Estava levantando muito da cama para mijar e o meu medico me mandou para um urologista para me examinar só por via das duvidas porque isso não costumava acontecer em caras jovens como eu.

Quando cheguei no consultório o medico mandou eu entrar e pediu para eu esperar o ultimo horário porque talvez a consulta demorasse um pouco por causa da minha pouca idade.

Ele era um cara forte de uns cinquenta anos e eu simpatizei logo com ele apesar de estar com medo, eu sabia que ele ia enfiar o dedo no meu cu e nunca tinha feito isso. Eu tenho um metro e setenta de altura e sou bem formado de corpo,com uma pica de bom tamanho e bundinha arrebitada apesar de quase não ter pelos.

Quando ele me mandou entrar na sala de consulta, falou logo pra eu tirar a roupa toda e disse pra eu não ficar nervoso, eu falei que só estava um pouco mas ele disse “eu sei quando o paciente esta nervoso quando o pau dele fica encolhido que nem o teu. Por sinal quando ele estar normal deve ser uma bela pica não?”

De fato, eu sempre fui bem dotado, meu pau tinha quase vinte centímetros e era bem grosso quando estava duro. Então ele mandou eu deitar na cama de barriga pra cima e disse “vamos relaxar um pouco senão fica difícil” então botou a mão no meu saco e ficou alisando, estava bem gostoso e eu fui sentindo o pau voltar ao normal apesar de mole. Então ele mandou eu botar os joelhos bem perto dos ombros, botou uma luva, passou creme e foi metendo o dedo no meu cu.

Ele falou “se você relaxar eu prometo que vai ate gostar, a dor é só no começo, já estou quase alcançando a próstata”, Então de repente ele parou de enfiar o dedo e começou a mexer dentro de mim, dizendo que agora ia fazer o exame pra ver se eu tinha algum problema. Ele mandou eu botar os pés na cama e ficar com as pernas bem abertas e na hora que eu fiz isso ele deu uma mexida no meu pau que já não estava completamente mole, tinha crescido um pouco.

“Viu o que eu disse? o bichão já está crescendo, é sinal que você esta gostando” e pegou no meu pau como se fosse me punhetar mas logo parou. Eu fiquei chateado porque queria que ele continuasse mas ele falou que eu podia sentir prazer à vontade mas sem tocar no caralho porque senão ia prejudicar o exame e continuou mexendo o dedo no meu cu. O meu pau já estava duro e até pingava um pouco e eu perguntei quanto tempo faltava. “normalmente já tinha terminado mas eu estou vendo que o meu dedo está te dando muito tesão então vou continuar, você quer que eu te faça gozar?”

É claro que eu queria então ele começou a me botou mais um dedo dizendo que assim eu ia gozar mais mas que quando chegasse a hora eu tinha que avisar. Eu disse que sim e ele começou a me fuder com os dedos, meu pau parecia que ia explodir então eu disse “vou gozar”.

Aí ele se abaixou e pegou no meu pau e me punhetou pra aumentar o meu gozo “pode gozar à vontade barriga mesmo” e os dedo dele me fudia cada vez mais com força e eu comecei a esporrar com tanta força que uns jatos de porra batiam na minha boca, cara eu nunca tinha gozado tanto, nem quando a minha namorada me pagava boquete. Quando eu acabei de gozar ele botou a minha piroca na boca sem tirar os dedos no meu cu e eu senti o caralho crescendo na boca dele até ficar bem duro de novo.

Então ele tirou o meu pau da boca e os dedos do meu cu e perguntou “gostou” eu disse que nunca tinha gozado tanto assim então ele falou “eu posso fazer você gozar muito mais” Eu perguntei “como’?” então ele pegou a minha mão e botou no pau dele, que ele tinha tirado para fora da calça sem eu perceber. Eu peguei e ele mexeu com a minha mão de modo que eu batesse uma punheta no pau dele que já estava completamente duro.

“Ora, imagina o meu caralho no teu cu como é melhor do que os dedos” eu disse que não, que eu não sou viado e ele falou “ora isso não quer dizer que você seja viado, eu chupei o teu pau e nem por isso sou viado. Sou casado e fodo minha mulher todo dia, na buceta e no cu. Bom, você é quem sabe, se não quiser e só vestir a roupa e ir embora, eu não vou ficar zangado”

Enquanto ele falava, também mexia no meu pau e no meu saco pra me manter com tesao. Até que eu me convenci que queria sentir aquele cacete no meu cu em vez dos dedos e pedi desculpa pra ele e disse que ele podia me fuder. Então ele tirou a roupa toda e ficou nu que nem eu, o cacete dele estava durinho e era mais ou menos do tamanho do meu que continuava duro mesmo sem ninguém pegar nele.

Então ele mandou eu ficar de barriga pra cima com uma parte da bunda fora da cama e encostou o cacete no meu buraco do cu dizendo “nem precisa lubrificar, os meus dedos já te deixaram bem abertinho. Agora bota os pés nos meus ombros que eu vou te fuder bem gostoso” e foi enfiando bem devagar, estava doendo um bocado mas eu só gemi não reclamei porque sabia que ia ficar gostoso como quando ele me fudeu com os dedos. “Deixa eu te punhetar, assim você relaxa” e pegou no meu pau e no meu saco enquanto continuava a enfiar o caralho até que eu senti os pentelhos dele na minha bunda.

Aí ele largou o meu pau e disse “agora eu vou te ensinar a gozar pelo cu” e levantou bem as minhas pernas e começou a socar o cacete no meu cu, gemendo e falando “como você é gostoso meu putinho”, eu não fiquei chateado e pedi a ele pra falar mais sacanagem porque estava me dando mais tesao ainda. “me fode com força meu macho, goza no meu cu” eu falei e ele começou a socar com mais força e falou “eu vou gozar, goza também, vamos gozar juntos” eu pedi pra ele me punhetar mas ele disse que não, que eu tinha que gozar só de sentir ele esporrando no meu cu.

E foi assim mesmo, logo que eu senti os primeiros jatos da porra dele também comecei a gozar sem pegar no pau conforme ele tinha mandado. Ele ficou um bocado de tempo esporrando e eu mexi com a bunda pra ajudar ele a gozar mais. Depois ele tirou o pau do meu cu e deitou do meu lado naquela caminha de consulta estreita. Me abraçou e perguntou se eu tinha gozado bastante e se gostou das sacanagens que falou durante a foda, eu disse claro e você gostou que eu te chamei de meu macho? você faz isso com outros pacientes?

“As vezes. quando eu vejo que o cara está com tesão eu aproveito. Mas são caras velhos, nem da vontade de fuder então eu só gozo na boca deles. Você é diferente, é novinho e já vi que gosta de putaria.Eu sei que você tem namorada mas quero que você continue vindo aqui, ninguém vai saber de nada.Agora chupa um pouco o meu pau pra eu gozar na tua boca”.

Então ele arreganhou as pernas e botou a minha cabeça no meio, eu senti aquele cheiro da porra dele misturado com o cheiro do meu cu, ainda bem que não tinha cocô. Ele puxou a minha cabeça e mandou primeiro eu lamber o cacete dele que já estava meio mole “assim meu putinho limpa o caralho do teu macho, vai se acostumando com o gosto dele.” Eu deixei de lado o meu nojo e lambi com vontade, então botei o pau dele na boca e suguei o restinho de porra que tinha ficado la dentro. Então eu comecei a sentir o pau dele crescer dentro da minha boca e ele gemendo de tesao de novo.

“Assim meu viadinho, chupa bem gostoso, teu macho quer gozar nessa boquinha gostosa, olha como o caralho está duro chupa mais depressa que eu vou gozar” e mal ele acabou de falar eu senti o primeiro jato de porra e mais um e mais.uma porção. Eu quis levantar a cabeça mas ele não deixou “continua a chupar e engole a minha porra toda, asssiiiiim que gostoso”.

Então nos fomos tomar um banho e nos vestimos. Antes de abrir a porta, ele falou “eu quero você aqui uma vez por semana, na próxima vamos fazer um sessenta e nove antes da foda, ta bem? Depois eu meto no teu cu”. Eu disse que sim, pode deixar que eu venho.

Em casa eu falei com os meus pais que o doutor disse que não tinha problema grave mas que tinha que ir la uma vez por semana pra ele examinar, eles concordaram “a saúde primeiro”.

Então, agora eu continuo com a minha namorada e vamos casar daqui a uns meses. Mas continuo indo no consultório do meu macho onde eu sempre dou o cu para ele e gozo muito também. Afinal conforme ele disse, eu não sou viado. Mas eu sei que sou e sempre vou ser viado dele.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s